Mika Brageot

Informações sobre o piloto

Biografia do piloto

Race team

Mikaël Brageot meteu em sentido os outros 13 pilotos da Master Class graças à sua prestação durante a primeira época na classe rainha. No final da temporada somou 24 pontos, um recorde para um estreante a que se soma uma presença inédita em quatro Rondas de 8. O francês falhou o acesso a uma grande final (Final 4) por escassos 0.002s, quando perdeu frente ao australiano Matt Hall. Estes são motivos mais do que suficientes para reforçar a sua confiança e motivação para a Red Bull Air Race de 2018, onde tudo fará para alcançar o primeiro pódio da sua carreira.

Brageot faz parte da família da Red Bull Air Race desde 2014. O piloto da região francesa de Aquitaine integrou a Challenger Class durante dois anos, vencendo o Challenger Cup antes de assumir um papel pioneiro no Programa de Mentoring Master da Red Bull Air Race. Com o benefício dessa experiência e um histórico de medalhas de ouro em acrobacias, Brageot é agora o novo piloto da equipa vencedora do Campeonato Mundial, a Breitling Racing Team.

Nascido em Villeneuve-sur-Lot, Brageot teve a sua primeira aula de voo aos 11 anos e, aos 21, foi chamado a integrar a equipa nacional francesa de acrobacia, tornando-se o piloto mais jovem a representar a França na cena internacional. Desde então, ganhou duas medalhas de ouro por equipas, bem como medalhas de ouro, prata e bronze, tanto por equipas como em competição individual nos campeonatos mundial e europeu de acrobacia. Conquistou também lugares no pódio no campeonato nacional francês. Brageot é ainda instrutor de voo acrobático e piloto de exibição, com um total de mais de 3.000 horas de voo.

Brageot juntou-se à Challenger Class da Red Bull Air Race no seu ano de estreia, ansioso por alargar os seus conhecimentos numa nova e excitante disciplina. Ao longo de duas temporadas conquistou nove lugares no pódio – entre os quais quatro vitórias –, acabando por se sagrar vencedor da Challenger Cup em 2015.

Em 2016, Brageot abraçou uma nova vertente da Red Bull Air Race: o Programa de Mentoring Master. Em vez de competir, ele foi orientado pelo campeão do mundo Nigel Lamb e pela sua equipa Breitling Racing Team, tendo a oportunidade de treinar no LambShot RAS. Após a retirada de Lamb no final da temporada, Brageot, que conquistou entretanto a sua superlicença para a Master Class, foi chamado a integrar a lista de concorrentes ao Campeonato Mundial para 2017 – deixando desde logo uma boa impressão.